Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Artigos

08/06/2016
ARTIGO

Testes, drogas e lei, eis a questão!

 
Por José Tavares Filho - Presidente do SINDICAM-CE  e diretor da CTB-CE
 
O Conselho Nacional de Trânsito (Contran), exige que os motoristas de caminhões, ônibus e vans apresente exames  toxicológicos, juntamente com os demais exames médicos  obrigatórios, como condição para obter ou renovar a carteira de habilitação nas categorias C, D e E.
Novamente um assunto polêmicos norteiam o “mundo” e “sob mundo” dos trabalhadores, no qual, faz rebater um velho dilema reacender os antigos preconceitos diante dos profissionais dos volantes.  
A epidemia das drogas em nosso país é um sério problema de saúde pública. Com a nova lei,
para muitos, será difícil interromper o uso das drogas por 3 meses antes do exame. A prevenção para diminuir o número de pessoas que morrem nas estradas, que segundo pesquisas, o álcool e drogas, são os maiores fatores nas causas desses acidentes, a lei deveria também, estabelecer o papel ‘educador’, discussão voltada sobre a saúde do trabalhador e suas ‘variáveis’ como: estresse, problemas psicológicos, familiar, jornada excessiva de trabalho, debater o assunto dentro do local de trabalho. Por fim, o que leva o que leva o profissional fazer o uso da substância? 
 
Última atualização: 08/06/2016 às 20:48:01
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

   contato@sindicamceara.org.br

Atualizado pela Assessoria de Comunicação e Imprensa, jornalista Wanessa Canutto

www.igenio.com.br
BloggerYouTubeInstagramGoogle+FlickrTwitter Facebook